Blocktime Coworking – da ideia ao QG

Blocktime Coworking – da ideia ao QG

Sejam bem-vindos ao Blog do nosso QG. Quem vos fala é uma das várias cabeças pensantes por trás deste Coworking: sou João Marcos, praticamente formado em arquitetura e sempre tive um pé fora da caixa. A partir de agora temos mais um canal para nos comunicar, assim como quem mais se interessar em escrever para este Blog.

A primeira história tem um carinho especial, pois conta como tudo começou e nosso primeiro ano, o que nos leva a uma pequena viagem no tempo até 2013. Espero que gostem e venha nos visitar. As portas deste QG estão sempre abertas a novos heróis.
Desde a adolescência busco formas de ganhar um troco e conseguir meu próprio dinheiro. Já fiz muito bico, projetos técnicos e alguns freelas durante o ensino médio.
Aos 15 anos, entrei para os negócios da família e assim comecei atuar na Blocktime. Passei por várias funções, desde as básicas, como office boy e recepcionista, até atividades mais estratégicas, como pensar no marketing digital da empresa. Aprendi muita coisa, mas não me identificava; terno e gravata das 08h às 18h nunca foi o meu desejo! Precisava criar algo com a minha cara.
Como meu pai, mais conhecido como Guirau, sempre diz: “Primeiro arranje o problema, depois eu arranjo a solução.”
O problema apareceu. Era uma casa de família fechada há quase 10 anos, precisando de uma reforma. A princípio daríamos apenas um tapa e a casa já estaria apta para alugar. É claro que não foi isso que aconteceu!
Só nos sonhos de Alice para um tapa em uma casa dos anos 50 não se tornar um megaprojeto. Foi então, no auge dos meus 19 anos, que surgiu a oportunidade de criar um novo projeto.
Juntando a experiência familiar na área de escritório virtual e o objetivo de ter algo com a minha cara, sai pesquisando o que poderia fazer. Até que minha prima, Daniele Guirau, apresentou o conceito de Coworking. O fato de ter maior liberdade nos horários e poder trabalhar de bermuda, fez com que o conceito não saísse mais da minha cabeça! Nascia aqui a Blocktime Coworking.

Aproveitando minha formação em arquitetura, fui responsável por projetar a reforma e desenhar o layout dos novos espaços. O conceito era bem simples: conforto sem perder o estilo. Tive uma ajuda indispensável da super designer Joana Benevides, que foi responsável pela identidade visual, tanto na decoração, como na parte gráfica.


Desde o início das discussões, ficou bem claro para mim e para os sócios que esta deveria ser uma casa criativa. Apostamos em quadros brancos dispostos em todos os ambientes, como forma de garantir espaço para colocar as ideias em prática a qualquer momento. Pensando em uma decoração que soltasse a imaginação dos futuros usuários, chegamos ao conceito dos super-heróis. Pesquisando mais a respeito, descobrimos a ligação direta deles com empreendedorismo e iniciativas positivas que tinham tudo a ver com o que estávamos defendendo.

Do projeto a realidade foram 8 meses de reforma. Abrimos as portas para os primeiros clientes no dia 05/05/2014, na véspera da Copa do Mundo no Brasil. Um fato curioso é que a casa realmente só engrenou após aquele trágico 7 x 1. Dois dias depois, recebemos novos Coworkers, que compartilharam momentos inesquecíveis aqui na casa.
Era uma experiência muito nova e a casa foi se transformando em Coworking aos poucos. O projeto inicial foi sendo alterado, sempre com o intuito de receber mais heróis na casa. Foi assim que resolvemos juntar duas salas, (o Lounge com o Auditório), criando dois novos ambientes: a Bat Caverna, uma sala com versatilidade ao estilo Coringa; e a Sala Mulher Maravilha, dedicada a uma empresa. Parecia que estávamos adivinhando, pois na mesma semana que realizamos esta mudança, recebemos novos heróis para ocupá-la, (que por sinal continuam por aqui).


Conforme a casa foi ganhando movimento, tornou-se essencial montar um kit de boas-vindas, que passou a ser entregue a cada Coworker. Apesar de ser um ambiente leve e descontraído, alguns limites são necessários para não virar uma zona. Este kit é composto por um mapa da região, que contém os serviços disponíveis no bairro – como restaurantes, bancos, lojas, correios, cartório, etc; nosso gibi Heróis em Convívio, com algumas regras de convivência; lápis e caneta customizados.

No início de agosto de 2014 tivemos o primeiro grande evento da Blocktime: o Coworking Day. E, quem diria, ele ainda nos rendeu nossa primeira aparição na mídia; e sabe como é a primeira vez a gente nunca esquece (http://bit.ly/1iMoGcM). Foi tudo planejado com muito amor e carinho para receber e apresentar esse conceito que nos encantou desde o início! O resultado foi extraordinário pois conseguimos preencher 100% da casa algumas semanas após o evento. E ainda não tínhamos nem 1 ano de vida!


Com a casa cheia, novos hábitos foram sendo criados. Passamos a ter frutas diariamente, feitas pela nossa copeira Maria, mais conhecida como Super Mamãe, e o M&M da Blocktime, nada mais do que o mix de frutas – mamão e manga – que se tornou campeão de audiência. Os nossos happy hours foram ficando cada vez mais frequentes, sempre contando com a presença indispensável do karaokê como um quebra-gelo, cuja ideia veio de um de nossos primeiros Coworkers.
O primeiro ano foi celebrado em grande estilo, com a presença de todos nossos heróis num super café da manhã, que aconteceu no dia 05/05/2015 e foi feito especialmente para eles, pois sem eles nada do que aconteceu seria possível. Foi um ano de muito trabalho e dedicação de todos da equipe e membros para transformar o que um dia foi um sonho num projeto real e cheio de vida. O teste inicial estava validado, estávamos prontos para iniciar mais um ano de trabalho e novas histórias, que vão ficar para o próximo capítulo deste Blog.

Deixe um comentário

© Copyright 2017 - Blocktime Coworking